No Haiti, Sheba traz esperança aos que não a tinham.

Em dezembro de 2009, o Haiti foi devastado por um terremoto que atingiu uma nação já fragilizada. Milhões de vidas foram desenraizadas, e centenas de milhares foram mortos e feridos. O Haiti pareceu ser parte de um cenário de filme de desastre classe B de Hollywood, porém, infelizmente, era um desastre real.
Em menos de 48 horas após o tremor, um hospital militar de campo israelense, liderado por Col Itzk Kriess do Sheba Medical Center, já havia deixado Israel e se estabelecido no Haiti para cuidar dos feridos. De fato, por durante quase dez dias, foi a única instalação médica do Ocidente operando para ajudar e curar os haitianos que necessitavam de apoio médico para partos, ossos quebrados, ferimentos na cabeça, e outros cuidados de trauma.
O hospital de campo norte americano mandou pacientes para a instalação do Sheba por aproximadamente uma semana, pois eles não estavam prontos para conceder atendimento médico. A mídia mundial anunciou os milagres de cura que ocorreram no posto médico israelense no Haiti. A compaixão da instalação de Israel se estendeu para o que se tornou o Clinton Global Initiative, que hoje apoia o centro de reabilitação do Sheba, liderado pelo Dr. Ziv Ner no Haiti, para assegurar, condicionar e treinar haitianos a utilizarem próteses. O Sheba também está utilizando sua própria tecnologia para produzir próteses funcionais no Haiti, provendo acesso local aos que perderam membros do corpo durante o terremoto.
Atualmente, o Sheba continua comprometido a curar os haitianos que seguem traumatizados, mesmo após quase três anos da tragédia. A instalação Sheba de Reabilitação em Porto Príncipe, liderada pelo Dr. Ziv Ner, é uma fonte primordial de cuidados que está literalmente colocando pessoas em pé. Além disso, dezenas de haitianos foram enviados ao Sheba para grandes cuidados médicos, como operações de coração e tratamento de câncer.
Esse é o “espírito Sheba”.

© Copyright 2012  Amigos Brasileiros do Sheba Medical Center

SITELOGO